Por que abandonei os debates sobre Religião e Política?

A Política autêntica é vocação de todo ser humano, animal social por excelência (por excelência, digo, por contar com ferramentas de interação mais diversificadas). Porém, em tempos como os atuais, em que o meio político está mais cínico do que jamais esteve, o silêncio e a reflexão são preferíveis àquele que busca a senda do autoconhecimento. Debates, hoje, mais do que em qualquer outra época, não passam de batalhas entre egos irascíveis, tais como o meu próprio ainda é.

Eu, que já fui católico, umbandista, espírita; quis me voltar à Ortodoxia Grega, tendo voltado ao Catolicismo tempos depois; já fui rebelde socialista, quando adolescente, tendo enveredado pela Direita liberal, sendo hoje um Conservador moderado; hoje, em dia, me considero livre pensador em quase todas as áreas nas quais minha capacidade de raciocinar me permite. Abaixo, explico por que acredito ser uma imensa perda de tempo imiscuir-se em militâncias religiosas ou políticas de quaisquer ordens.

Anúncios

2 Replies to “Por que abandonei os debates sobre Religião e Política?”

  1. AGE, POR QUÊ? PORQUE ESTÁ NO CAMPO DAS AÇÕES, DIFERENTE DO CAMPO FILOSÓFICO, QUE É O CAMPO DAS QUESTÕES, ONDE CADA QUAL DEFENDE O SEU EGO, DAÍ, AS GUERRAS. E O EGO FOI DADO AO ANIMAL RACIONAL, ESTÁ ALÉM DO QUE NÓS REALMENTE SOMOS, IRRADIADO PELOS INVISÍVEIS ELETROMAGNÉTICOS E PLANTADO NO INTERIOR DE CADA UM, PARA SUA LAPIDAÇÃO, LAPIDAÇÃO É SOFRIMENTO. GRANDE ABRAÇO!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s