O que é o Grupo dos Nove?

Este espaço visa não apenas divulgar ensaios alternativos sobre o Estudo da Realidade Matricial, mas também refletir sobre as estruturas de poder que acreditamos estarem por detrás da subjugação da espécie humana. É por essa segunda motivação que, desde há algumas semanas, tenho investigado essa que, segundo algumas fontes, é a sociedade secreta mais poderosa da História da Humanidade (senão, mesmo, a única com algum Poder real).

Relato pessoal

Há, aproximadamente, duas semanas, sonhei (ou vi, como queiram) que estava numa rua importante da cidade onde resido. Era noite. Não sei por quê eu estava naquele cenário, mas logo eu saberia. Ouvia, ao fundo, um som de fanfarra militar, que ficava mais intenso.

Ao alcançar certa rua, encontrei um pelotão de soldados fardados em verde. A fileira dianteira guardava baionetas ao ombro. As fileiras seguintes da formação atiravam com suas metralhadoras contra as janelas dos prédios que ladeavam a rua, de onde caíam mortos em pencas nos pisos cimentados das calçadas. À medida que marchavam e matavam centenas, o passo do pelotão fazia-me pensar que eram nazistas. Tentei me evadir. Mas, enquanto eu corria e o pelotão apenas marchava, percebi que, ainda assim, seria alcançado. Então, fui capturado. Fiquei inconsciente.

Acordei e levantei-me, me vendo diante de um soldado que me custodiava. Ele me confirmava que os soldados do pelotão eram nazistas. Tal soldado falava um dialeto claramente germânico, muito “arrastado” e gutural. Estávamos numa tenda de campanha, mais espaçosa. Ele me entregou um documento. Pelo pouco que conseguir ler (e por pura intuição, “sei, mas não sei por que sei”), tratava-se de um salvo-conduto (documento que permite trânsito livre entre linhas inimigas em uma Guerra). Estava escrito em inglês.

A única frase que me lembro do texto de única página é:

“Because you are part of the Nine (Group of the Nine), you shall not be harassed. Furthermore, you will be able to roam amongst the several fronts at war with no major risk.”

Tradução:

“Por você fazer parte dos Nove (Grupo dos Nove), não serás molestado. Ainda: você poderá transitar entre as várias linhas inimigas sem correr maiores riscos.”

No final do rosto da folha, estava dito: Turn the Page. Ou seja, “vire a página”. No verso, apenas duas linhas (estas, em português):

Todos aqueles de sua estima serão eliminados.

É melhor deixá-la!

Sobre os Nove

Numa rápida (embora não displicente) busca na internet, entrando com Grupo dos Nove, podemos perceber que a maior parte dos resultados de pesquisa referem-se a um tal Grupo dos Nove Desconhecidos. Trata-se de uma antiga sociedade secreta, fundada pelo Rei indiano Ashoka, que viveu no séc. III a.C. e era detentor de muito poder.

Conta-se que, após empreender muitas guerras e testemunhar grandes morticínios, Ashoka despertou para a compaixão, cônscio que se tornou acerca das misérias humanas. Proibiu os sacrifícios rituais, as matanças, pacificando, por seu exemplo, todo o seu povo.

Reuniu, então, nove sábios anônimos em um tipo de confraria secreta com fins a reunir, cada um em sua área, todo o conhecimento humano acumulado até então. Teriam a tarefa de escrever os segredos de cada área do Conhecimento Universal em nove grandes volumes, que seriam guardados em local ignorado. Segundo as fontes citadas ao fim desta matéria1, os volumes de livros dos Nove eram ordenados, por área de Conhecimento, da seguinte forma (seguem alguns exemplos de tópicos tratados):

  • Livro I Psicologia: Manipulação de massas, persuasão, controle mental;

  • Livro IIFisiologia: funcionamento dos corpos orgânicos, como matar alguém ou salvar a vida de alguém de formas alternativas;

  • Livro IIIMicrobiologia: cura de doenças infecciosas, engenharia biológica (fabricação e alteração de microorganismos);

  • Livro IVQuímica: engenharia de materiais, alquimia operativa (transmutação de elementos e metais);

  • Livro VComunicação: telepatia, tecnologias de telecomunicações em geral;

  • Livro VIGravitação: leis da Gravitação e tecnologias de manipulação da mesma (incluindo levitação e fabricação de aeronaves);

  • Livro VIIUniverso: Cosmogonia completa e sem superstições sobre as origens e funcionamento do Universo (ou do que eu chamo de Magna Matrix);

  • Livro VIIILuz: tudo sobre a Luz, desde tecnologias avançadas de geração de energia limpa, eletrônica, eletromagnetismo, viagem no Tempo, técnicas para obter a invisibilidade de um corpo; e.

  • Livro IXSociologia: leis que governa>m a evolução de qualquer civilização (desde agrupamentos de formigas e abelhas até as sociedades humanas).

As referências a esse grupo vieram à tona a partir da publicação de alguns livros2 na era Contemporânea, mas algumas curiosidades antigas nos levam a deduzir que, ao menos, parte daquele conhecimento já havia vazado na Idade Média. Esqueça o que você ouviu acerca do Poder dos Maçons, do gênio científico dos Rosacruzes e alquimistas, da Kabbalah judaico-babilônica. Os Nove Desconhecidos formariam, por sua egrégora e alcance de atuação, a mais poderosa sociedade secreta de toda a História.

No Fim dos tempos (desta civilização), retornarão através de seus veículos (encarnados) para, literalmente, jogar merda no ventilador e acertar as contas com os potentados que profanaram seus conhecimentos visando a escravização da Humanidade3.

***

NOTAS

1 A Lenda dos Nove Desconhecidos. Artigo (online, fórum). Piramidal: Tecnologia Antiga. Publicado em: 25 de maio de 2012. Disponível em: < https://goo.gl/1cEnfx >. Acesso em: 14 de setembro de 2017.

2 Vide:

3 Afirmação baseada em pura especulação pessoal deste Autor.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s