Maçonaria no Brasil e a Nova Ordem Mundial

Não é novidade alguma que a Maçonaria conduz os destinos desta nação há séculos, seja de forma velada ou declarada. Com José Bonifácio e seus irmãos, o Brasil, outrora cristão, veio a se tornar essa carcaça carcomida por abutres e ladrões de todas as paragens. Terá essa instituição se transformado num antro de virtudes, de uma hora para outra?

Não é minha intenção tecer um artigo investigativo sobre as pegadas da influência maçônica na história do Brasil. Sobre isso, há vastas referências, embora as mesmas sejam banidas, constantemente, das editoras como sendo de fontes antissemitas e fanáticas. No entanto, não é de surpreender que tais fontes sejam religiosas, justamente aquelas combatidas pelos iluministas de avental.

Os chamados ideais maçônicos não estão mais restritos às lojas. Hoje, eles são divulgados livremente, porém adocicados artificialmente (para não espantarem o gado das massas). Hoje, não mais escondidos (e envergonhados), mas debochados. Seu adágio francês — liberté, egalité, fraternité — serve mais aos maçons do que aos profanos. Para o gado profano, serve outro adágio — Ordo ab Chao — “Ordem a partir do Caos”.

Para maçons, o equilíbrio desejado em direção do objetivo político do grau 33 — a saber, o Governo Único Mundial — deve ser atingido ao minar-se as diferenças entre as facções que lutam pelos poderes político, militar e religioso. Então, manipulando e dominando todos os agentes nestes campos é que, solvens et coagulans, não restará agente algum de pé. Exceto, um. Um poder invisível é que, supostamente, em nome de todos e com a aprovação de todos (os que sobreviverem), dirigirá a todos, por meio da tecnologia, que submeterá a todos pela posse sobre os meios de pagamento, e da vigilância social onipresente.

Na verdade, várias organizações filomaçônicas — como os rosacruzes da AMORC — advogam o surgimento de um Governo Mundial. Confiram abaixo:

positiofraternitatisrosaecrucis
Fonte: A.M.O.R.C. Positio Fraternitatis, p. 11. Disponível em: < https://tinyurl.com/posfratAmorc >. Data: 06 de março de 2019.

No Brasil, não é diferente. Os movimentos de Esquerda, e seus consequentes desgovernos, foram largamente apoiados pela Maçonaria, mas não por alinhamento com utópicos ideais filantrópicos ou por justiça, redistribuição de renda e outras balelas. Foram plantados pela Maçonaria, através de seus capangas infiltrados na Igreja, para fomentarem a desgraça econômica e, em seguida, serem defenestrados pelos salvadores liberais.

Assim como o socialismo, o liberalismo ideal é utópico e jamais será implementado com equidade. Ao menos, não pela Maçonaria. Todos os engodos políticos têm como função conduzir as nações ao Fascismo de fato, num cenário mundial em que uma Ditadura Global domine o planeta. Sem moedas, sem dinheiro, sem religião, sem nada. 

General Mourão, Major Olímpio, Jair Bolsonaro, apenas sucederam seus supostos inimigos na agenda da organização que gerencia o advento do Governo Único Mundial. Lula, vulgo Barba, andava, em 1981, como bom informante dos generais, em conversação com Fernando Henrique Cardoso, agente da Fundação Ford, sobre se fundariam apenas um ou vários blocos de Esquerda. Mario Covas também era do mesmo meio.

As rivalidades entre Rússia e EUA são apenas cortinas de fumaça, enquanto comem, pelas beiradas, os recursos naturais dos continentes e enfraquecem quaisquer polos de poder marginal.

No fim, em nome da paz, concordarão sobre as tecnologias de vigilância e controle social, às quais toda a população mundial, dependente das redes sociais e das facilidades, aderirão sem questionar muito. Os questionadores serão considerados perigosas ameaças à paz, já que terão preferido se esconder das câmeras, dos chips e dos robôs de toda a sorte. Primeiro, sucumbirão os cristãos e os muçulmanos. Depois, homossexuais e ateus serão trucidados. Por fim, os súditos “indecisos” serão eliminados.

O tal messias judeu deve aparecer. Os grandes imãs muçulmanos beijarão a mão do mesmo. O Papa o seguirá. Todos o aclamarão, após guerras e doenças, e o messias se assentará em seu trono e no Templo do deus dragão, em Jerusalém.

3 respostas para “Maçonaria no Brasil e a Nova Ordem Mundial”

  1. No discurso de posse da Carmem Lúcia no STF ela menciona: “Caetanos e não caetanos deste Brasil tão plural concluem em uníssono: alguma coisa está fora de ordem, fora da Nova Ordem
    Mundial. O que nos cumpre, a nós servidores públicos em especial, é questionar e achar
    resposta: de qual ordem tudo está fora:”
    Dei um pulo no sofá. Pensei: “que cara de pau, eles nem se escondem mais, se mostram na cara dura”. Pois e…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.